As fortes chuvas que atingem há mais de uma semana já provocaram duas mortes e ocorrências em ao menos 93 municípios do Estado. Conforme última atualização da catarinense divulgada na noite de sábado, 7, subiu para 46 o número de municípios que emitiram decretos de situação de emergência. No Rio Grande do Sul, que desde a passagem de um ciclone extratropical no mês passado tem enfrentado transtornos, foi emitido um alerta de inundação do Rio . Diversos municípios estão sendo afetados desde a madrugada deste domingo, 8.

Em Santa Catarina, autoridades atuam desde o começo da semana passada no auxílio à população e no monitoramento da situação e uma força-tarefa está de prontidão desde a noite de sexta-feira, 6. No mesmo dia, com a previsão de mais chuvas, a prefeitura de Blumenau suspendeu por quatro dias a Oktoberfest, uma das festas mais tradicionais do país. “O indicativo de altos volumes de chuva no fim de semana permanece”, disse o governo catarinense. A expectativa é que a situação comece a melhorar no início da semana.

No sábado, um homem morreu na cidade de Palmeira, em Santa Catarina, vítima das fortes chuvas que atingem o Estado. Foi a segunda morte registrada. Na quarta-feira, 4, um homem veio a óbito em Rio do Oeste, no Vale do Itajaí, após tentar atravessar a correnteza em uma arrozeira.

Em razão do alto volume das chuvas, o governador Jorginho Mello determinou no sábado o fechamento das barragens de Ituporanga e de José Boiteux. “Temos ali uma questão indígena que vai ser avaliada e atendida, mas a barragem precisa ser fechada neste momento para que tenhamos mais uma alternativa para contenção da água”, justificou. “Eles pediram algumas solicitações e a gente vai atender, sem dúvidas.”

Pelo menos dez rodovias em todo o Estado estão parcialmente ou totalmente interditadas, devido à queda de barragens e à erosão das pistas.

Fortes temporais atingem municípios de Santa Catarina há mais de uma semana. Na foto, a rodovia SC-350 que foi tomada pelas águas das chuvas intensas.

Fortes temporais atingem municípios de Santa Catarina há mais de uma semana. Na foto, a rodovia SC-350 que foi tomada pelas águas das chuvas intensas. Foto: PMSC/Divulgação

Veja o último balanço divulgado com os municípios de Santa Catarina que declararam situação de emergência por causa das chuvas:

  • Agronômica
  • Araquari
  • Lebon Régis
  • Campo Alegre
  • Jaborá
  • Rio do Sul
  • Rio do Oeste
  • Laurentino
  • Rio Negrinho
  • São Bento do Sul
  • Ibiam
  • Campos Novos
  • Frei Rogério
  • Monte Castelo
  • Brunópolis
  • Curitibanos
  • Corupá
  • Presidente Getúlio
  • Itaiópolis
  • Itapoá
  • Canoinhas
  • Papanduva
  • Mafra
  • Tangará
  • Vargem
  • Mirim Doce
  • Três Barras
  • Bela Vista do Toldo
  • São Cristóvão do Sul
  • Erval Velho
  • Trombudo Central
  • Garopaba
  • Tubarão
  • Taió
  • Urussanga
  • Bom da Serra
  • Treviso
  • Pedras Grandes
  • Ilhota
  • Agrolândia
  • Santo Amaro da Imperatriz
  • Pinheiro Preto
  • Anitápolis
  • Orleans
  • Lauro Muller
  • Rancho Queimado

Alerta de inundação do Rio Uruguai no Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, a Defesa Civil do Estado alerta as comunidades dos municípios de Barra do Guarita, Iraí e Porto Mauá que já estão sendo afetadas, neste primeiro momento, ao longo da madrugada deste domingo, por inundação, bem como os demais municípios situados ao longo do Rio Uruguai, nas regiões do Alto, Médio e Baixo Uruguai.

“Essas cidades estão recebendo o maior aporte das águas que vem do percurso do Rio Uruguai e dos afluentes do Estado de Santa Catarina, onde choveu bastante nos últimos dias”, disse o órgão catarinense

De acordo com a avaliação dos hidrólogos da Sala de Situação do Rio Grande do Sul, os municípios da região do Médio Uruguai, entre Porto Mauá e São Borja, sentirão os efeitos da inundação no decorrer da manhã deste domingo.

No Baixo Uruguai, entre São Borja e Uruguaiana, os efeitos poderão ser percebidos de forma mais intensa no fim de domingo e início de segunda-feira, 9.

“Os coordenadores regionais de Defesa Civil já estão em contato com os municípios para que os Coordenadores Municipais acionem seus Planos de Contingência e adotem as medidas preventivas mais adequadas a cada comunidade”, acrescenta a Defesa Civil do Rio Grande do Sul.

Conforme a MetSul, na quarta-feira, chuva com volume acima de 100 mm foi registrada em cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Os acumulados em alguns pontos ficaram entre 150 mm e 200 mm, ou seja, choveu em poucas horas naquele dia a média de precipitação de outubro inteiro.