A demanda doméstica, medida por passageiros-quilômetro transportados (RPK) subiu 5,1% em setembro de 2023 ante igual mês do ano passado, chegando a 7,6 milhões. Em relação a 2019, pré-pandemia, houve queda de 2,9%, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A manteve a liderança na participação no mercado brasileiro, sendo responsável por 37,7% dos passageiros transportados. Na sequência, aparecem Gol e Azul, com 32,7% e 29%, respectivamente.

Já a oferta total cedeu 7,2% na comparação anual, pesando a queda entre empresas de menor porte. Em setembro, a Latam ampliou a oferta em 11,5% e Gol, 8,6%. Já a Azul, aumentou em 1,8%.

A taxa de aproveitamento e a carga transportada se mantiveram estáveis no mês passado em relação a igual intervalo de 2019.

No mercado internacional, a demanda por voos caiu 2,9% em relação a setembro de 2019. Já a oferta de assentos registrou queda de 4,6% na mesma base comparativa.

Saiba Mais