Brasil

VÍDEO: Deputado Fernando Cury passa mão no seio de deputada durante sessão na Alesp

Um vídeo mostra o momento que o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania) passa a mão no seio da deputada estadual Isa Penna (PSOL) durante uma sessão extraordinária na Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quarta-feira (16). A deputada registrou boletim de ocorrência contra o deputado por importunação sexual, conforme publicado no portal G1. Na imagem […]

Gabriel Neves Publicado em 18/12/2020, às 07h27

Momento em que deputado apalpa seio de deputada. (Foto: Reprodução/Alesp)
Momento em que deputado apalpa seio de deputada. (Foto: Reprodução/Alesp) - Momento em que deputado apalpa seio de deputada. (Foto: Reprodução/Alesp)

Um vídeo mostra o momento que o deputado estadual Fernando Cury (Cidadania) passa a mão no seio da deputada estadual Isa Penna (PSOL) durante uma sessão extraordinária na Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quarta-feira (16).

A deputada registrou boletim de ocorrência contra o deputado por importunação sexual, conforme publicado no portal G1.

Na imagem é possível ver o momento em que Cury abraça Penna por trás e então usa sua mão direita para apalpar o seio da deputada, ação que ela interrompe ao sair para o lado e afastar o parlamentar.

Em nota, Penna revela que ela e outras parlamentares já foram assediadas em outras ocasiões.

“A deputada Isa Penna é conhecida por atuar em prol do combate à violência contra as mulheres e afirma que a violência política de gênero que sofreu publicamente na ALESP infelizmente não é um caso excepcional, dado que ela e as deputadas Mônica Seixas e Erica Malunguinho, do mesmo partido, já foram assediadas em ocasiões anteriores”, diz a nota.

Em plenário, o deputado Cury pediu desculpas por “abraçar” a colega. Ele negou que houve assédio ou importunação sexual.

“Subo aqui hoje nessa tribuna muito constrangido e muito triste pelo fato que foi aqui ocorrido e relatado, pelo julgamento feito, mas estou aqui para passar a minha versão para vocês. Em primeiro lugar, gostaria de frisar a todos, principalmente as mulheres que estão aqui, que não houve, de forma alguma, da minha parte, a tentativa de assédio, importunação sexual ou qualquer outra coisa ou qualquer outro nome semelhante a esse. Eu nunca fiz isso na minha vida toda. E quero dizer, de forma veemente, principalmente para as colegas deputadas que estão aqui, eu nunca fiz isso. Mas se a deputada Isa Penna se sentiu ofendida com o abraço que eu lhe dei, eu peço, de início, desculpa por isso. Desculpa se eu a constrangi. Desculpa se eu tentei, como faço com diversas colegas aqui, de abraçar e estar próximo. Se com esse gesto eu a constrangi e ela se sentiu ofendida, peço desculpas”.

Jornal Midiamax