Brasil

Flordelis terá que usar tornozeleira eletrônica e não poderá sair de casa das 23h às 6h

A deputada federal Flordelis terá de usar tornozeleira eletrônica e não poderá sair de casa no intervalo de 23h às 6h, segundo determinação judicial aplicada nesta sexta-feira (18). A decisão também inclui que o filho biológico da deputada seja transferido para o Complexo de Gericinó, após suspeitas de manter comunicação com a mãe durante as […]

Danielle Errobidarte Publicado em 18/09/2020, às 18h29

Juíza fez pedido de instalação do equipamento "com urgência". (Foto: Reprodução/ Fernando Frazão - Agência Brasil)
Juíza fez pedido de instalação do equipamento "com urgência". (Foto: Reprodução/ Fernando Frazão - Agência Brasil) - Juíza fez pedido de instalação do equipamento "com urgência". (Foto: Reprodução/ Fernando Frazão - Agência Brasil)

A deputada federal Flordelis terá de usar tornozeleira eletrônica e não poderá sair de casa no intervalo de 23h às 6h, segundo determinação judicial aplicada nesta sexta-feira (18). A decisão também inclui que o filho biológico da deputada seja transferido para o Complexo de Gericinó, após suspeitas de manter comunicação com a mãe durante as investigações.

A juíza responsável pela decisão, Nearis dos Santos Carvalo Arce da 3ª Vara Criminal de Niterói, pediu urgência na colocação do equipamento. Entretanto, ela também negou pedido de afastamento de Flordelis Câmara dos Deputados, feita pelo Ministério Público Estadual.

O corregedor da Câmara deputado Paulo Bengston, classificou a decisão como “controversa demais”. Segundo ele, caberá aos parlamentares a decisão se Flordelis continua ou não o mandato. Uma lei de 2017 determina que, em caso de medidas que dificultem o exercício do mandato, a decisão deve ser enviada ao Legislativo em até 24h.

A juíza argumentou que, com a tornozeleira, ficará mais fácil a fiscalização das medidas cautelares determinadas anteriormente, como a proibição de contato com testemunhas e acusados.

Além de Flordelis, a determinação inclui a transferência de Adriano dos Santos Rodrigues, filho biológico da deputada e suspeito de manter comunicação com a mãe mesmo que preso, seja transferido para o Complexo de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

(Com informações da CNN Brasil)

Jornal Midiamax