Brasil

Tropa de Choque retira estudantes de centro educacional ocupado em SP

Os policiais chegaram por volta das 6h da manhã

Norberto Liberator Publicado em 06/05/2016, às 11h06

None
reintegracao.jpg

Os policiais chegaram por volta das 6h da manhã

Na manhã desta sexta-feira (6), policiais do BPChoque (Batalhão de Choque da Polícia Militar) de São Paulo entraram no Centro Paula Souza, que estava ocupado por estudantes que pedem a investigação sobre um esquema de desvio de verba para merenda escolar, e acompanham reintegração de posse no local.

Segundo o portal G1 divulgou, os estudantes foram retirados pelo braço, alguns arrastados. O esvaziamento do prédio ocorreu por volta das 6h50, por aproximadamente 100 policiais, armados com metralhadoras e spray de pimenta. O uso de armas na ação foi permitido por uma liminar do Tribunal de Justiça.

O tenente Felipe Neves, porta-voz da PM de SP, afirmou a G1 que cinco alunos deixaram o prédio na madrugada e pegaram um táxi, com uma caixa de pertences. A PM abordou o veículo que os conduzia, os deteve e encaminhou ao 2º DP (Distrito Policial) com equipamentos eletrônicos que, segundo a PM, teriam sido retirados do Centro Paula Souza.

Depois da saída do prédio, os manifestantes caminharam em frente ao Centro, com uma faixa vermelha com a inscrição “pela educação”. Os estudantes fecharam a pista local, no Centro da Avenida Tiradentes. Os alunos tentaram, ainda, ocupar a Fatec (Faculdade  de Tecnologia) da Avenida Tiradentes. Eles foram impedidos por nova ação policial e houve pequeno tumulto.

(Sob supervisão de Marta Ferreira)

Jornal Midiamax