Le Blog Maria Antonia

Madonna se recusou a usar sutiã para sua apresentação no Pride.

Nos bastidores da performance selvagem de Madonna no Orgulho de Nova York

Le Blog Maria Antonia Publicado em 27/06/2021, às 11h46

Foto : Reprodução
Foto : Reprodução

Os mamilos de Madonna em seu top de malha transparente sem sutiã não foram a única coisa que causou comoção em sua apresentação surpresa no Pride no Top of the Standard na noite da última quinta-feira.

O lugar estava tão lotado que a certa altura, a segurança nem mesmo permitia que os hóspedes usassem os banheiros.

Madonna e seu cinegrafista Ricardo Gomes começaram a provocar a aparição no Instagram na semana passada, fazendo com que milhares de club kids, paisagistas e fãs corressem pelo local para dar início ao fim de semana do Orgulho.

Com a vida noturna voltando ao ritmo em Nova York, até mesmo a população de roedores do Meatpacking District parecia pronta.

A festa foi apelidada de “Pride X Boom” - para o apelido Boom Boom Room do local - e ocupou todo o 18º andar do hotel, incluindo o clube irmão Le Bain.

Os foliões, no entanto, tinham que chegar cedo para ver Madonna de perto. Ela levou a multidão ao frenesi quando finalmente subiu ao palco - ou, neste caso, ao bar - por volta de 1h30, e tocou sucessos como "Hung Up" e o remix de Honey Dijon de "I Don't Search I Achar."

“Não celebrar o Orgulho sem pessoas teria sido uma tragédia para mim”, disse Madonna à multidão.

Fotos: Reprodução

Jornal Midiamax