Spirulina: benefícios surpreendentes dessa microalga e seu valor nutricional

| 20/06/2022
- 16:53
Spirulina: benefícios surpreendentes dessa microalga e seu valor nutricional

O termo superalimento, usado para designar alimentos que possuem propriedades e benefícios superiores e diversificados, certamente pode ser aplicado à spirulina – essa microalga verde-azulada é riquíssima em nutrientes e reúne inúmeras propriedades promotoras da saúde.Desde tomar spirulina como um suplemento alimentar até adicionar uma colher da microalga em pó ao smoothie, uma dose diária desse incrível composto natural pode fazer maravilhas ao organismo.

O que é spirulina?

A spirulina é um tipo de alga que cresce naturalmente em lagoas e lagos alcalinos, de água doce ou salgada. Na verdade, trata-se de uma cianobactéria que faz parte de uma de microrganismos unicelulares. É rica em clorofila e, como as plantas, obtém sua do sol. Atualmente, muitas empresas estão cultivando essa microalga em laboratório, para garantir que haja suprimento suficiente para todas as suas aplicações.

Embora a spirulina tenha sido usada como fonte de alimento em várias culturas, há séculos, os astecas também a utilizavam para tratar várias doenças e talvez até como um suplemento para os mensageiros do reino se sustentarem em suas maratonas. Atualmente, é um dos microrganismos mais estudados por pesquisadores e está se tornando um item de saúde e nutrição amplamente valorizado.

A spirulina já foi eleita pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como “O Melhor Alimento para o Futuro” pela sua capacidade de oferecer uma nutrição completa, inclusive podendo ajudar a combater a desnutrição mundial. Essa microalga também chegou ao espaço, como um suplemento dietético para astronautas em missões da NASA, já que pode condensar uma quantidade muito grande de proteínas, vitaminas e muitos outros nutrientes em cápsulas, pó ou tablets.

Além de um suplemento nutricional popular para seres humanos, a spirulina também é usada como aditivo para ração animal – por exemplo, na aquicultura, para alimentar peixes de criação ou peixes que vivem em aquários. De acordo com a empresa de pesquisa e consultoria de mercado, KBV Research, estima-se que o mercado global de espirulina atinja US$ 651 milhões até 2025.

VALOR NUTRICIONAL DA SPIRULINA

De sabor terroso, similar às algas marinhas, a spirulina tem em sua composição 85% a 95% de proteínas, incluindo aminoácidos essenciais, e um valor relevante quanto a antioxidantes, incluindo betacaroteno. Essa microalga possui também boas quantidades de vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B7 e B12); vitaminas A e E; ácidos graxos ômega-3; além de minerais como cálcio, ferro, iodo, potássio e magnésio.

Uma porção de 10 gramas de spirulina contém os seguintes nutrientes:

Calorias totais – 29

Proteína – 6,35 gramas

Carboidratos – 1,61 gramas

Lipídios – 0,08 gramas

Fibra – 0,07 gramas

A spirulina é considerada uma fonte completa de proteína de alta qualidade e muitas vezes é comparada aos ovos pela quantidade de proteína por grama. É um dos alimentos favoritos para vegetarianos e veganos, por ser uma das melhores fontes vegetais de ferro. Mesmo para quem consome carne, a spirulina tem uma forma de ferro altamente absorvível que é suave para o sistema digestivo.Ferro – 12, 30 mg

Magnésio – 30,52 mg

Carotenoides totais – 45,10 mg

BENEFÍCIOS DA SPIRULINA PARA A SAÚDE

Pode reduzir o risco de desenvolver degeneração macular.

A spirulina é rica em um certo grupo de fitonutrientes chamados carotenoides. Estudos comprovaram que os carotenoides (pigmentos vegetais) são benéficos tanto para a saúde ocular quanto para a saúde imunológica. Dois dos carotenoides mais comuns – luteína e zeaxantina – podem diminuir o risco de desenvolver degeneração macular, como catarata e perda da visão relacionada à idade, em até 43%.

Saudável para o cérebro.

A spirulina é considerada uma das melhores fontes de ácidos graxos. De fato, a espirulina possui ácidos graxos ômega-6 e ômega-3 em uma proporção de aproximadamente 1,5-1,0, respectivamente. De acordo com vários estudos, os ácidos graxos podem ajudar a combater a depressão e a ansiedade, evitar o declínio mental relacionado à idade e a doença de Alzheimer, e promover a saúde do cérebro durante a gravidez e o início da vida.

Saúde do coração.

A suplementação com spirulina está associada à diminuição dos níveis séricos de colesterol total, triglicerídeos e colesterol ruim, e isso invariavelmente melhora a saúde do coração. Ao mesmo tempo, por conter ácidos graxos ômega-3 pode aumentar o colesterol bom, que é novamente necessário para um coração saudável. Estudos demostraram que a suplementação diária com spirulina também pode ajudar a regular os níveis da pressão arterial – o que pode ser atribuído a um aumento na produção de óxido nítrico, substância que ajuda os vasos sanguíneos a relaxar e dilatar.

Ajuda a combater inflamações e células cancerígenas.

Entre os muitos benefícios da spirulina, inclui-se o fato de que ela pode ajudar a combater a inflamação, melhorar a imunidade, a saúde intestinal e regular os níveis de açúcar no sangue. Além disso, contém clorofila e betacaroteno, substâncias que comprovadamente combatem as células cancerígenas e protegem a visão do envelhecimento.

Alívio da alergia.

O efeito anti-inflamatório causado pelos antioxidantes da espirulina pode ajudar pessoas com alergias causadas por pólen, pelos de animais e poeira. Um estudo descobriu que sintomas como congestão, espirros e coceira foram reduzidos significativamente nos participantes, sugerindo que a espirulina pode ser uma boa alternativa aos medicamentos para alergia.

Promove a saúde bucal.

As propriedades antibacterianas da spirulina podem ajudar a promover uma boa saúde bucal. Um estudo descobriu que um enxaguante bucal com spirulina reduziu a placa dentária e o risco de gengivite nos participantes.

Pode desempenhar um papel significativo na prevenção da desnutrição.

De acordo com um estudo de 2016, publicado na Maternal and Pediatric Nutrition (MPN), crianças desnutridas que receberam suplementação com spirulina tiveram uma melhora significativa no ganho de peso e altura, em níveis maiores do que crianças que receberam apenas suplementos regulares.

*Esta é uma página de autoria de ALDAIR DOS SANTOS e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX.

Veja também

Expor-se à luz ao acordar faz cérebro entender que já é dia

Últimas notícias