Variedades / Saúde

Domingo na fila: pais reclamam de demora em atendimento na UPA Leblon

Prontuários teriam sido carimbados, sem chamada de pacientes

Tatiana Marin Publicado em 01/10/2017, às 17h55

None

Prontuários teriam sido carimbados, sem chamada de pacientes

Mais um caso de insatisfação com a saúde pública acontece neste domingo (01) em Campo Grande. Desta vez o alvo de reclamações é o atendimento pediátrico da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Leblon. Alguns pais estavam esperando por mais de 2 horas e nenhuma criança teria sido chamada durante este período.

Conforme o comerciante Ivanilson Nogueira, de 41 anos, a unidade está lotada. Ele afirma que chegou às 11 horas com seus dois filhos gêmeos de 1 ano e 7 meses e, como eles estavam com febre, foram classificados como prioridade. Entretanto, por volta das 13h30 eles ainda não haviam sido atendidos.

“Fui reclamar aí disseram que já tinham chamado, mas não chamaram. Estou eu e minha esposa aqui, não tem como a gente ter perdido. Eles carimbaram a ficha, mas não chamaram. A assistente social disse que não tem autoridade pra falar com médico”, reclama. De acordo com Ivanilson, outras famílias com crianças acabaram indo embora pelo mesmo motivo.

A técnica em enfermagem Maria Aparecida Santos de Oliveira, de 40 anos, disse que também estava esperando há mais de 2 horas na UPA Leblon. “Só estou ouvindo chamarem para a triagem. Até agora não ouvi chamarem nenhuma criança. Estou com minha filha de 6 anos chorando de dor, acho que ela está com caxumba. Ela nem poderia estar aqui no meio das outras crianças”, considera.

Domingo na fila: pais reclamam de demora em atendimento na UPA Leblon

A Sesau informou que a unidade conta, neste domingo, com 6 clínicos e 5 pediatras. No mesmo período, na pediatria havia 3 pacientes com classificação verde aguardando há cerca de 30 minutos e apenas 1 com classificação azul, que aguardava por 10 minutos e considerou que “o cenário é bastante tranquilo e a demanda é pequena perto da oferta de profissionais”.

No atendimento adulto, a secretaria relatou que haviam 15 pacientes adultos aguardando, sendo 11 classificados como azul e 4 como verde e que o tempo de espera  nestes casos é de até 4 horas.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou mensagem ao WhatsApp da redação, no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax