Os times brasileiros conquistaram as últimas quatro edições da Copa Libertadores. Além disso, desde 2020 apenas times daqui chegam até a decisão. Será que em 2023 essa hegemonia será mantida? Veja aqui como dar os seus palpites e aproveite o universo do entretenimento esportivo.

As últimas três finais da Libertadores foram entre Palmeiras e Santos (2020), Palmeiras e Flamengo (2021) e Flamengo e Athletico Paranaense (2022). Além disso, em 2019 o Rubro-Negro carioca chegou até a decisão e venceu o River Plate, em um jogo marcado pela virada nos minutos finais, com Gabigol balançando a rede duas vezes.

Na atual edição, novamente os brasileiros são considerados favoritos, em função da enorme diferença de orçamento que há entre as equipes daqui e as dos demais países do continente. Palmeiras, Flamengo, Atlético Mineiro e Athletico Paranaense entraram como principais candidatos ao título.

De todo modo, a disputa não será nada fácil. Quando a competição afunilar, os times argentinos poderão ser uma pedra no sapato das equipes brasileiras, especialmente o River Plate, que, ao longo dos últimos anos, tem conseguido manter equipes de bom nível técnico.

Mas ainda há outros times bem estruturados que também são fortes candidatos. No momento, o principal deles parece ser o Independiente del Valle, do Equador, que vem obtendo excelentes resultados nos últimos anos. A equipe, aliás, já aprontou para cima do , na final da Sul-Americana em 2022, e também bateu o Flamengo, na decisão da Recopa deste ano.

Palmeiras e Flamengo podem conquistar recorde

Entre os times brasileiros, dois times podem quebrar um recorde na edição deste ano da Libertadores.

Isso porque, até hoje, nenhum clube do país conseguiu vencer a competição mais de três vezes. A lista de tricampeões abrange São Paulo, Santos, Grêmio, Palmeiras e Flamengo.

No entanto, apenas os dois últimos estão na disputa deste ano e, portanto, são os únicos que podem conquistar o tetra.

Esta é uma página de autoria de MAX PIRES e não taz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX