Os cassinos físicos e jogos de azar foram proibidos no Brasil em 1946, o que fez a sua popularidade diminuir drasticamente. O cenário se reverteu com a expansão do acesso à internet, o que trouxe consigo os cassinos online e as apostas esportivas, as quais são permitidas em nosso país.

Apesar de não serem ilegais, os cassinos online não são regulamentados. Por conta disso, os domínios que oferecem a atividade devem ser registrados em outros países, eliminando a possibilidade do recolhimento de tributos. Felizmente, é esperado que esse cenário mude nos próximos meses.

Considerando que estamos prestes a ver uma mudança no “status quo” que predomina nos cassinos online, é interessante falarmos a respeito das tendências que já fazem ou ainda farão parte da indústria. Nós selecionamos as 7 principais, incluindo os impactos que cada uma tem na atividade.

1. Comparadores de cassinos online

A primeira tendência que merece ser destacada são os sites que comparam cassinos online e casas de apostas esportivas. Suponhamos que você esteja em busca do melhor site de apostas para iniciantes, qual é a sua primeira saída? Agregadores dessa natureza são capazes de sanar dúvidas de apostadores.

O The Grueling Truth é um excelente exemplo, trazendo dicas para novos apostadores e também para os mais experientes. É possível conferir quais são os principais cassinos online para brasileiros, se existem bônus para novos usuários, quais são as formas de pagamento e diversos outros dados.

Além disso, cada cassino online recebe uma nota, o que garante que os sites mais recomendados ganhem destaque. Somado a tudo isso, novos apostadores descobrem quais plataformas trazem o que se busca, incluindo os principais tipos de jogos de cassinos (como as roletas, os slots e as cartas).

2. Dealers ao vivo

Um dos principais aspectos que pode afastar apostadores é a ausência de dealers ao vivo, o que explica a presença desse elemento ser algo crescente nos cassinos online. Com essa possibilidade, elimina-se uma das únicas características em que os jogos online perdem para a experiência presencial.

3. Versões para smartphones

De acordo com diversas pesquisas realizadas nos últimos anos, a maioria dos brasileiros acessa a internet através de dispositivos móveis. A fim de suprir a demanda desses usuários, os cassinos online vêm aprimorando as experiências mobile, com apps exclusivos e sites adaptados.

4. Criptomoedas

A primeira criptomoeda a ganhar destaque, Bitcoin, foi inventada em 2008. De lá para cá, as opções de moeda virtual se multiplicaram, o que chamou a atenção dos mais diversos mercados. Isso não é diferente entre os cassinos online, onde métodos de pagamento dessa natureza começam a aparecer.

5. Realidade virtual

As tecnologias de realidade virtual (ou “VR”, em inglês) já estão presentes em boa parte da indústria dos jogos eletrônicos, incluindo nos cassinos online. O objetivo é trazer aos apostadores uma experiência customizada e acessível, algo essencial aos países que não possuem cassinos presenciais.

6. Variedade de jogos

É natural que mercados que observam grande demanda aumentem suas ofertas. No caso dos cassinos online, a busca dos brasileiros pelos jogos tem aumentado a variedade de títulos, especialmente em jogos como as roletas e os slots. Com múltiplas opções, os apostadores sentem-se mais contemplados.

7. Cassinos online registrados no Brasil

Nos parágrafos introdutórios nós mencionamos a regulamentação dos cassinos online no Brasil, então vale dedicarmos um item exclusivo à sua consequência. Com as novas regras, será possível que sites dessa natureza sejam registrados no Brasil, o que oferece oportunidades únicas aos empreendedores.

Além disso, é esperado que surjam mais ofertas de trabalho, levando em conta a expansão da indústria. Isso é positivo para aqueles que se interessam pela área, elevando o hobby à uma possível perspectiva de trabalho. Naturalmente, as especificidades disso ainda não são conhecidas.

Tanto apostadores quanto empreendedores fazem bem em saber o que esperar no âmbito dos cassinos online e das apostas. Conhecer tendências permite não somente segui-las, mas ficar à frente das inovações, explorando o mercado e suas possibilidades antes que o espaço fique saturado.

Este post é de responsabilidade de Niccolas Paganini e não faz parte do conteúdo jornalístico do Jornal Midiamax.

Saiba Mais