TV a Cabo ou via Satélite?

| 06/06/2022
- 16:07
TV a Cabo ou via Satélite?

Já se perguntou quais as diferenças, prós e contras entre esses dois sistemas de TV paga utilizados no ? Caso nunca tenha pensado nisso, são dois tipos de fornecimento de sinal bem diferentes entre si, com peculiaridades muito próprias e que devem, sim, ser levadas em consideração por potenciais clientes à procura de uma operadora e do serviço que melhor atenda suas necessidades. Quer descobrir o que cada um oferece? Agora mesmo!

A TV a cabo chegou ao Brasil por volta da metade da década de 1990, revolucionando o entretenimento doméstico brasileiro e libertando espectadores dos pasteurizados canais abertos. Por conta do serviço de TV paga ter iniciado suas atividades através da estrutura de cabeamento, as pessoas se acostumaram a se referir a tudo relacionado a canais por assinatura como “TV a cabo”, o que, com o tempo, deixou de fazer sentido.

Saiba a seguir quais as características principais de cada um.

Por que se chama TV a cabo?

A denominação “TV a cabo” é nada menos que literal aqui. O sinal da TV por assinatura contratada é distribuído aos assinantes através de um sistema de cabeamento, como a telefonia em geral ou Internet de fibra óptica. Uma malha de fios nas ruas da região fornecem o serviço, que é ligado nas residências que o contratam através de um ou mais decodificadores ligados em uma ou mais TVs dentro do endereço.

É sempre necessário lembrar que esta é uma estrutura que demanda uma manutenção em grande escala. Especialmente em caso de rompimento na distribuição, interrompendo o serviço em toda uma região até que o reparo aconteça. Eis um detalhe técnico importante, apesar de muitos ainda o defenderem por conta da estabilidade do sinal, independente das condições climáticas.

Outro ponto importante é que o alcance e a cobertura da TV a cabo acabam restritos pela evidente necessidade de cabeamento na região. Isso acaba por excluir regiões mais afastadas das capitais e propriedades como sítios e chácaras. Esses arredores jamais justificariam o investimento de uma operadora em instalar cabos pelas redondezas, o que o torna viável somente em áreas mais centrais.

TV via satélite é melhor que TV a cabo?

A resposta para essa pergunta pode variar. A TV via satélite funciona através da retransmissão do sinal, gerado por uma central, por satélites espalhados pela órbita terrestre. Cada um posicionado para atender determinada região, enviando o sinal para uma antena externa instalada no local por um técnico credenciado. Além da antena, um decodificador é ligado à TV dentro do domicílio, para interpretar o sinal e convertê-lo em imagem e som.

A facilidade e evidente vantagem sobre o cabo é que os limites geográficos não são um problema para um sinal enviado por satélite, atingindo todo o território nacional facilmente. Basta que o equipamento seja instalado corretamente depois do contrato firmado e pronto. A TV via satélite vai até os assinantes, não importa onde morem, com os mesmos produtos e benefícios para todos, seja nas capitais ou no interior.

Porém, a desvantagem neste processo é que os assinantes têm queixas recorrentes sobre a qualidade do sinal ou sua interrupção em dias de chuva forte ou ventanias. De qualquer forma, as operadoras já trabalham há tempos para contornar isso, inclusive, graças às tecnologias de conexão à Internet em SmarTVs, com conteúdos acessados online, que fazem sua parte para que os clientes não sejam privados da pelo qual pagam mensalmente. 

Qual a operadora de TV por assinatura mais barata?

Feitas as considerações sobre as diferenças entre cabo e satélite, o valor cobrado também é um fator de peso. Há muito tempo, entidades de proteção ao consumidor de vários tipos realizam levantamentos periódicos sobre o assunto, cujos dados ajudam muita gente nesta hora de indecisão. Por exemplo, a Proteste aponta a SKY TV via satélite como a melhor relação custo benefício do mercado ultimamente.

Segundo esse levantamento, a empresa proporciona uma economia significativa na despesa anual do lar, lembrando que o que delimita essa pesquisa é apenas um produto. No caso, um pacote com cerca de 130 canais. Lembre-se que a SKY oferece muito mais do que apenas um plano e esses valores podem variar muito,  justamente pela quantidade de canais e benefícios adicionais.

*Esta é uma página de autoria de SKY e não faz parte do conteúdo jornalístico do MIDIAMAX

Veja também

O Mato Grosso do Sul e seu vizinhos na Região Centro-Oeste também estão cada vez...

Últimas notícias