O evento começa nesta sexta-feira e segue até domingo (16)

Agosto. Mês em que o florescimento das orquídeas atinge seu ponto máximo. Não por acaso, é neste mês também que acontece a tradicional exposição da espécie em . São orquídeas de todos os tipos e variedades reunidas na 10ª edição da Exposição Nacional de Orquídeas, que acontece no Armazém Cultural a partir desta sexta-feira (14). São três eventos simultâneos que agregam o melhor do universo destas plantas tão fascinantes. Dentre todas elas, a espécie Cattleya Nobilior ‘Campo Grande' recebe o maior destaque.

Tudo porque em 2014 a Lei 5.364 instituiu a espécie como flor símbolo da cidade e agosto como o mês dedicado a ela. A medida é um pedido antigo dos apaixonados pela planta que terão a oportunidade de vê-la na exposição como símbolo oficial pela primeira vez.

“Ela leva o nome de Campo Grande e poderá ser vista pelos moradores durante todos os dias do evento”, explica Márcia Vilela, da Acoa (Associação Campo-grandense de Orquidofilia e Ambientalismo) responsável pela organização do evento.

Exóticas e delicadas, as orquídeas são, também, um símbolo de sofisticação. São subdivididas em mais de 1,8 mil gêneros e mais de 35 mil espécies. Microorquídeas, miniorquídeas e muitas outras, todas presentes na exposição.

Flor símbolo de Campo Grande é destaque de exposição nacional de orquídeas

As visitas podem ser feitas entre às 8 e 17 horas até o domingo (16). Expositores de 16 Estados brasileiros devem participar dos três dias de exposição. Cerca de 10 orquidários farão parte do evento que reúne a 7ª Exposição Estadual de Orquídea e a 7ªExposição Nacional de Cattleya Nobilior.Flor símbolo de Campo Grande é destaque de exposição nacional de orquídeas

“São três exposições que acontecem ao mesmo tempo. É uma ótima oportunidade para que cultiva e também para quem quer começar a cultivar as espécies”, explica Márcia, que há 10 anos cultiva as flores.

Além de exemplares de todos os tipos, durante o evento será possível participar de cursos de capacitação e especialização no cultivo. Também haverá espaço destinado aos portadores de necessidades visuais, concurso de pintura e arrecadação de alimentos