A ATMS (Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul) receberá fomento de R$ 45 mil da Secretaria de Estado de e dos para o projeto ‘Me chame pelo meu nome'. O extrato do termo de fomento foi publicado no desta quinta-feira (22).

Segundo a publicação, o projeto tem por objetivo garantir de forma gratuita a retificação de nome e gênero de pessoas travestis e transexuais, no registro civil de nascimento.

O valor será transferido em parcela única à entidade, cujo extrato de transferência tem vigência de oito meses. Assinam pelo fomento Eurídio Ben-Hur Ferreira e Mikaella Lima Lopes.