O promotor de Justiça Eleitoral Cláudio Rogério Ferreira Gomes instaurou um procedimento preparatório, no último dia 18, que deve investigar uma possível captação de eleitores entre Dourados e Itaporã. Indígenas de Dourados estariam transferindo os títulos de eleitor.

Segundo os detalhes divulgados no Diário Oficial do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) desta terça-feira (23), a denúncia aponta que indígenas estariam levando os títulos eleitorais de Dourados para Itaporã.

Ou ainda estariam se alistando diretamente para votar no município do interior. Esse fato foi noticiado pelo Juízo da 43ª Zona Eleitoral de Dourados, por meio de ofício.

Eleitores indígenas de Dourados não precisam comprovar endereço

Ainda conforme o promotor, não há como exigir a comprovação de endereço dos indígenas. No entanto, pela necessidade de esclarecimento de possível interferência externa, foi instaurado o procedimento preparatório eleitoral.

A suspeita é de que os indígenas de Dourados estejam sendo captados para votarem em Itaporã, inclusive com transporte. Isso configuraria o abuso de poder político.

Sabe de algo que o público precisa saber? Fala pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

E você pode ficar tranquilo, porque nós garantimos total sigilo da fonte, conforme a Constituição Brasileira.

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.