Contrato para pavimentação de estrada rural, conhecida como Estrada Velha, em Iguatemi, a 466 quilômetros de Campo Grande, virou alvo de investigação. A abertura do inquérito foi divulgada no Diário Oficial do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) desta quarta-feira (24).

Conforme a publicação, é apurada eventual irregularidade ou ilegalidade no contrato administrativo nº 065/20222, firmado entre a Prefeitura de Iguatemi e a empresa Robust Service Construções Eireli (CNPJ 24.616.657/0001-46).

Essa construtora tem sede em Campo Grande. O inquérito civil está sob sigilo e não há detalhe sobre qual a irregularidade apontada na investigação.

O contrato, firmado em 2022, visa a recomposição de revestimento primário da estrada rural. O valor inicial foi firmado em R$ 1.031.099,97, mas teve aditivo assinado pelo prefeito Lídio Ledesma (PSDB).

 Com isso, o novo valor chegou aos R$ 1.306.226,20.