A prefeitura de Aparecida do Taboado, município distante 457 quilômetros de Campo Grande, reajustou contrato com a empresa Asfaltec Usina de Asfalto de Tecnologia Ltda. Desta vez, o aditivo foi de supressão, reduzindo 9,92% do valor firmado em contrato para serviços de “tapa-buracos” em ruas do município.

O percentual representa R$ 97.699,03 a menos. Com isso, as obras passaram a custar R$ 1.131.238,82. Diante do reequilíbrio financeiro, a empresa desistiu de prosseguir com as obras e então, o contrato entre a Asfaltec e a prefeitura foi reincidido.

A decisão foi divulgada em Diário Oficial da Assomsul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) na terça-feira (22).

Conforme a ata, o termo nº 038/2023, para prestação de serviços, previa o fornecimento de massa asfáltica tipo CBUQ para diversas ruas.

A equipe de reportagem do Midiamax entrou em contato com o prefeito do município para entender melhor o caso, por meios devidamente arquivados, como via e-mail, mensagem e ligação, mas não obteve respostas até o fechamento desta matéria. No entanto, o espaço segue aberto para esclarecimentos.