A Prefeitura de Campo Grande publicou que 11 comunidades terapêuticas receberão repasse de R$ 4,9 milhões para manter as vagas de dependentes químicos. O valor será distribuído entre as unidades da Capital. A informação consta no Diogrande desta quarta-feira (21).

De acordo com o documento, as 11 comunidades somam mais de 300 vagas voltadas aos moradores de rua e dependentes químicos. Uma delas também vai atender mulheres trans. Os valores dos repasses variam de R$ 156 mil a mais de R$ 1 milhão.

O valor encaminhado a cada comunidade depende do número de vagas. Uma unidade com 10 terá repasse de R$ 156 mil. A entidade com 70 vagas receberá R$ 1.092.00,00.

As informações com os nomes de cada comunidade podem ser analisadas nas páginas 2, 3 e 4 do Diogrande desta quarta. Clique aqui.