O Governo de Mato Grosso do Sul suplementou R$ 125,8 milhões para diversas secretarias estaduais. O crédito suplementar consta no DOE (Diário Oficial do Estado) desta sexta-feira (10).

Conforme o documento, a maior parcela do valor ficará com a SED (Secretaria Estadual de Educação), que somou R$ 45 milhões. Os dados do DOE informam que o maior valor na fatia suplementada a SED – R$ 37.694.367,66 – vem de outras despesas correntes.

Para a ampliação e qualificação de oferta de educação profissional, para promover o acesso e a permanência dos estudantes nas unidades públicas de ensino técnico, foi cancelado o valor de R$ 8.019.259,00 e, para isso, foi suplementado R$ 1.818.494,86.

Algumas das suplementações, quatro no total, são de origem no excesso de arrecadação estadual, ou seja, o superávit na arrecadação eleva o volume de créditos adicionais. O valor total de R$ 21.361.786,00.

Para a (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), serão suplementados R$ 9.721.980,00. Os valores suplementados são provenientes de superávit financeiro e de anulação de dotação. O Fundo Estadual de Defesa dos Direitos do terá em recursos R$ 7.015.020,81.

Os valores também deverão ser destinados ao Fundo Especial de Saúde, Fundação Estadual de Mato Grosso do Sul, Fundação de Apoio e Desenvolvimento à Educação Básica do MS, Secretaria de Estado da Casa Civil, dentre outras.

Saiba Mais