O Governo de Mato Grosso do Sul definiu três projetos que serão apresentados ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os projetos ganharam prioridade após a reunião com o Consórcio Brasil Central, nesta segunda-feira (23).

Assim, devem ser apresentados à Lula: Malha Oeste, BR-262 e Rota Bioceânica. A reunião entre o presidente da República, Eduardo Riedel (PSDB) e outros 26 governadores acontece na próxima sexta-feira (27).

O secretário da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Jaime Verruck, representou o Governo de MS no encontro híbrido com o Consórcio.
Vale lembrar que os projetos já haviam sido apontados por Riedel como pauta da reunião com Lula.

Então, Jaime destacou que a BR-262 “é o grande gargalo hoje, com a perspectiva de aumento de volume de carga tanto de minério como de celulose e de eucalipto. Esse realmente é um grande entrave, estamos em uma situação crítica hoje”, explicou.

Apesar disso, afirmou que os três projetos são igualmente importantes para o Estado. Por fim, o secretário disse que o Consórcio deve destacar um projeto que será prioridade para os estados integrantes do grupo.

Assim, MS defende que esse projeto seja a Rota Bioceânica. “Entendemos que a Rota Bioceânica atende toda a região”, afirmou. O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Pedro Caravina, também participou da reunião.

Consórcio

Fazem parte do Consórcio os estados: Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima e Tocantins. Uma nova eleição do presidente do grupo aconteceu nesta segunda-feira (23).

Por fim, Mauro Mendes (União), governador de Mato Grosso, assumiu a vaga que era de Ibaneis Rocha (MDB), governador afastado do Distrito Federal.