Então diretor de Gás Canalizado e Energia da Agems (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul), Valter Almeida da Silva, foi exonerado da pasta. A exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (14).

Valter ocupava o cargo em comissão Comissão de Direção Gerencial Superior e Assessoramento, símbolo CCA-07. Segundo o portal da transparência do Estado, recebia bruto de R$ 46.936,33. O ainda ocupa cargo concursado de analista de regulação, onde tem salário bruto de R$ 9.240,00. A exoneração consta no DOE na página 153.

Conforme divulgado em material da Agems em setembro de 2022, Valter é engenheiro civil, especialista e pós graduado em Gás Natural, e pertence ao quadro permanente do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, na carreira de Regulação dos Serviços Públicos Concedidos da AGEMS, onde desempenhou as atividades de regulação, fiscalização e Coordenação da Câmara Técnica de Gás Canalizado, tendo ocupado anteriormente os cargos de Diretor de Regulação Econômica e Superintendente de Administração e Planejamento.

Foi diretor-presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de , Conselheiro titular do CREA-MS, Conselheiro titular do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano, é Diretor-geral da de Assistência dos Profissionais do CREA-MS.

Saiba Mais