A bancada de Mato Grosso do Sul é responsável pela 13ª maior quantia gasta na Câmara dos Deputados ao longo dos últimos quatro anos. Entre os dez parlamentares – dois suplentes – que ocuparam as cadeiras, a média de gastos é de R$ 5,8 milhões.

A reportagem utilizou dados disponibilizados pela Câmara dos Deputados através do portal Dados Abertos. Conforme os números, a bancada de Mato Grosso do Sul gastou um total de R$ 58 milhões entre 2019 e 2023.

Vale ressaltar que o mandato dos atuais deputados chega ao fim em 1º de fevereiro.

Os números fazem com que a bancada de Mato Grosso do Sul seja a 13ª que mais gastou na Câmara dos Deputados.

A reportagem também comparou os gastos dos deputados sul-mato-grossenses com bancadas de número semelhante.

Assim, entre as bancadas que possuem de oito a onze deputados, Mato Grosso do Sul alcança a segunda posição entre os maiores valores gastos, atrás da bancada do Espírito Santo. Confira:

Bancada de MS possui média de gastos de R$ 5,8 milhões

Os oito deputados eleitos por Mato Grosso do Sul, com o acréscimo de dois suplentes que exerceram cargo ao longo dos quatro anos de mandato, gastaram a média de R$ 5,8 milhões.

Por fim, os valores disponibilizados pelo portal Dados Abertos, contabilizam gastos realizados entre 2019 (ano da posse) e 2023 (fim do mandato).