Ministério da Infraestrutura repassa R$ 157,3 milhões para obras na BR-158 e BR-262

Ex-ministra Tereza Cristina assinou o termo que garante o investimento para as obras
| 08/06/2022
- 18:40
obras ministério tereza cristina
Foto: Reprodução | Ministério da Infraestrutura.

O Governo Federal investiu R$ 157,3 milhões nas BR-158 e BR-262. Nesta quarta-feira (8), a ex-ministra e deputada federal Tereza Cristina (PP) assinou termo de investimento junto ao ministro da , Marcelo Sampaio.

Segundo o Ministério, os repasses são para melhorar o fluxo rodoviário e impulsionar o agronegócio em Três Lagoas. A ordem de serviço foi assinada com a presença do diretor-geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), general Santos Filho.

O investimento garante obras em 26,46 quilômetros de rodovias, que vão diminuir o fluxo viário de cargas e passageiros. Além disso, será ampliada a conectividade de produtores sul-mato-grossenses, que poderão escoar os produtos até os portos de Santos e Paranaguá.

Tereza Cristina apontou que a obra se torna importante por desafogar o trânsito dentro da cidade. “São recursos da bancada e do Ministério, para poder viabilizar esse anel rodoviário e ajudar no escoamento da produção”, explicou.

“Essa ordem de serviço vai melhorar a vida do caminhoneiro, do agricultor do cidadão e desenvolver a infraestrutura do estado”, afirmou o ministro.

Obras nas BRs

Entre os serviços previstos está a implementação de pista dupla, sinalização vertical e horizontal, serviços de drenagem e pavimentação e construção de oito viadutos.

São eles: sobre a rua Trajano dos Santos, viaduto sobre a linha férrea, viaduto sobre a BR-262/MS, viaduto sobre a BR-158/MS, viaduto sobre a vicinal, ponte sobre o Córrego da Onça e viaduto sobre a rua Jupiá e linha férrea.

Conforme o Ministério, o projeto foi elaborado para melhorar a infraestrutura rodoviária local. Assim, as obras devem interligar a BR-158, na saída para Brasilândia e Selvíria, e a BR-262, em Campo Grande.

Então, o contorno rodoviário em Três Lagoas vai retirar o fluxo de veículos de carga da área urbana, na altura da avenida Ranulpho Marques Leal em Três Lagoas. Com as alterações, é estimado que o número de acidentes caia.
Vale lembrar que a rodovia BR-262 segue desde a divisa com o estado de São Paulo até Corumbá, na fronteira do Brasil com a Bolívia. Assim, a rota permite que os produtos de MS cheguem até os portos de Santos e Paranaguá. Já a BR-158/MS é fundamental para escoamento de produtos da agropecuária do estado.

Veja também

MS e outros 11 estados foram ao STF para questionar teto de 17% do ICMS

Últimas notícias