Construtora é multada em R$ 1,5 milhão por demora injustificada na obra de bloco da UFMS

Empresa não poderá firmar contrato com a União por 2 anos
| 27/04/2022
- 09:16
UFMS
(Foto: Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

A empresa WLH - Construções Eireli foi multada em R$ 1.516.490,75 pela (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), por demora na construção de um bloco no campus de Campo Grande. O aviso de penalidade foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (27).

Consta nos autos que a UFMS e a WLH firmaram contrato de R$ 4.307.510,94 para construção do Bloco 18, no setor 04 da Famez (Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia), numa área de 2.086,09 metros quadrados no espaço da cidade universitária.

Construtora penalizada

No entanto, conforme o aviso de penalidade, a construtora não executou o contrato da forma esperada, em razão da lentidão dos serviços, atraso injustificado e paralisação injustificada dos serviços, respectivamente os subitens 11.2.3, 11.2.4 e 11.2.5, da Cláusula Décima Primeira, e o subitem 3.2 da e Cláusula Terceira, subitem 3.2. da Cláusula Terceira, que prevê a renovação do valor em caso de prorrogação do contrato.

Por este motivo, além da de R$ 1,5 milhão, a WLH também fica impedida de licitar e contratar a União pelo prazo de dois anos, conforme sanção assinada pelo pró-reitor da UFMS Augusto Cesar Portella Malheiros.

Veja também

O MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) instaurou inquérito para investigar a...

Últimas notícias