A Câmara Municipal aprovou abertura de crédito da Prefeitura de Campo Grande no valor de R$ 8.388.931,00 que vão para o FMS (Fundo Municipal de Saúde). Na justificativa, consta que o motivo é atendimento de despesas com materiais pernamentes e de consumo.

“Salientamos que continuamos a buscar o equilíbrio na execução orçamentária, entretanto ajustes ainda se fazem necessários”, aponta outro trecho do projeto de lei. Não há mais detalhes, ao menos que constam para acesso ao público, sobre a destinação.

Nesta quinta-feira (9), os vereadores votam diversos projetos, a maioria em regime de urgência, devido à proximidade do recesso parlamentar, que começa em 20 de dezembro. A última sessão será feita na próxima quinta-feira (16).

A suplementação, termo usado pela administração pública, basicamente, é quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público, neste caso, da Prefeitura de Campo Grande.