Política / Transparência

Reestruturação cria cargos de confiança e agentes das Uneis terão salário de R$ 4,4 mil a R$ 12,4 mil

Renan Nucci Publicado em 17/11/2021, às 08h32

Agentes de medidas socioeducativas atuam nas Uneis de MS
Agentes de medidas socioeducativas atuam nas Uneis de MS - Divulgação

Projeto apresentado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSBD) à Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) cria o plano de reestruturação das carreiras na gestão de medidas socioeducativas, beneficiando servidores que atuam nas Uneis (Unidades Educacionais de Internação). 

Além do reajuste linear de 10% para todas as categorias do funcionalismo, os agentes terão um aumento de 25% para cargos de confiança, deixando os salários entre R$ 4,4 mil a 12,4 mil.

A proposta prevê aumento percentual de retribuição de 15% para 25% pelo exercício da função de confiança privativa da carreira de inspetor de plantão. O valor é calculado sobre o subsídio da Classe A, Nível 1, do cargo de Analista de Medidas Socioeducativas. 

Também foram criadas quatro funções de confiança privativas da carreira de inspetor de trabalho de unidade, com retribuição de 25% calculado sobre o subsídio da Classe A, Nível, do cargo de analista de medidas socioeducativas.

Confira a tablea a seguir

Aumento

O governador Reinaldo Azambuja apresentou na manhã desta terça-feira (16), na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), projeto de Lei com reajuste linear a 81 mil servidores ativos e inativos do Estado. O índice de aumento foi de 10%, 'com abono anexado na tabela de vencimento de todos os servidores', segundo Reinaldo. 

A data-base também foi antecipada de maio para janeiro. O chefe do Executivo Estadual também incorporou abono salarial ao salário base para todos os que já recebem, conforme já anunciado anteriormente. Neste sentido, há também carreiras que terão readequação, como na Polícia Militar e nos administrativos da educação. 

Jornal Midiamax