A Promotoria de Justiça de Porto Murtinho instaurou inquérito civil para apurar o desmatamento de 119,06 hectares, sendo 68,57 em área de vegetação nativa integrante da Mata Atlântica.

A derrubada foi verificada na Fazenda Olho D’Água, sem autorização de autoridade ambiental competente, conforme conclusão do Parecer n° 97/20/NUGEO (Programa DNA Ambiental).