Ex-deputado e candidato a vice prefeito é investigado por irregularidades em cartório de Dourados

O ex-deputado e candidato a vice-prefeito de Dourados Valdenir Machado (PSDB), na chapa de Barbosinha (DEM) é investigado pelo MPMS (Ministério Publico de Mato Grosso do Sul). O inquérito civil foi aberto pelo promotor Radamés de Almeida Domingos, da 16ª promotoria de Justiça da Comarca de Dourados. As denúncias constam de processo iniciado em dezembro […]
| 11/01/2021
- 20:19
Ex-deputado e candidato a vice prefeito é investigado por irregularidades em cartório de Dourados
MPMS apura repasses feitos pelo cartório de propriedade de Valdenir Machado. (Foto: Reprodução) - MPMS apura repasses feitos pelo cartório de propriedade de Valdenir Machado. (Foto: Reproduç

O ex-deputado e candidato a vice-prefeito de Dourados Valdenir Machado (PSDB), na chapa de (DEM) é investigado pelo MPMS (Ministério Publico de Mato Grosso do Sul). O foi aberto pelo promotor Radamés de Almeida Domingos, da 16ª promotoria de Justiça da Comarca de Dourados.

As denúncias constam de processo iniciado em dezembro de 2019 para apurar supostas irregularidades nos repasses do calendário 2019 referentes às movimentações feitas no mesmo ano pelo Serviço Notarial e de Registro Cartorial do Distrito de Panambi, que é de propriedade do ex-deputado.

Segundo levantamentos da PGE (Procuradoria Feral do Estado de Mato Grosso do Sul), o cartório do político teria de deixado de fazer repasses ao FUNDE/PGE, ao FADMP e ao Funadep, totalizando R$ 57 mil. A inadimplência, conforme documento acessados pelo Midiamax, começou em dezembro de 2018.

“Diante do exposto, homologo por seus próprios fundamentos, o parecer exarado pelo juiz auxiliar da Corregedoria-Geral de Justiça, Renato Antonio Deliberari, encaminhando o presente feito à Juíza Diretora do Foro da Comarca de Dourados-MS, apara apurar eventual responsabilidade disciplinar do delegatário  Valdenir Machado, titular do Serviço Notarial e de Registro Cartorial do Distrito de Panambi-MS”, disse o desembargador  e Corregedor-Geral de Justiça, Sérgio Fernandes Martins, em despacho datado de 31 d julho de 2019.

“Pelo presente, cumprindo determinação, judicial expedido nos autos de Procedimento Administrativo Disciplinar, autuado sob o número 0009374-63.2019.8.12.0002, em que consta como requerido Valdenir Machado, remeto cópias dos autos, para possíveis apuração de responsabilidades por improbidade eventual delito por parte do referido delegatário”, diz um trecho de outro documento da Comarca de Dourados e que consta dos autos.

Procurado pela reportagem do Midiamax para falar a respeito do inquérito civil público aberto pelo MPMS, o ex-deputado estadual Valdenir Machado, que disputou o cargo de vice-prefeito de Dourados na chapa do deputado estadual José Carlos Barbosa (DEM), o Barbosinha, até o momento ainda não se manifestou.

 

Veja também

Obras custarão R$ 1,5 milhão e serão feitas em parceira com governo de MS

Últimas notícias