Documentos de até uma década serão descartados por promotoria da Capital

A 50ª Promotoria de Justiça de Campo Grande publicou, na edição do Diário Oficial do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (18), relação de atas de reuniões, notificações e ofícios que serão descartados. A relação completa de documento ficará disponível em sua sede, na Rua da Paz, e quem tiver oposição […]
| 18/01/2021
- 13:36
Documentos de até uma década serão descartados por promotoria da Capital
Sede de Promotorias de Justiça de Campo Grande na Rua da Paz. (Foto: Divulgação) - Sede de Promotorias de Justiça de Campo Grande na Rua da Paz. (Foto: Divulgação)

A 50ª Promotoria de Justiça de Campo Grande publicou, na edição do Diário Oficial do (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (18), relação de atas de reuniões, e ofícios que serão descartados.

A relação completa de documento ficará disponível em sua sede, na Rua da Paz, e quem tiver oposição ou necessitar de cópia tem apenas cinco dias úteis para se manifestar. A oposição ao descarte deve ser apresentada fundamentada por escrito.

A destruição dos materiais é feita porque eles já cumpriram seu tempo de guarda, conforme disposto no art. 12 da Resolução nº 025/2018-PGJ, de 06 de novembro de 2018.

Na lista, constam atas de reuniões de 2012 a 2018; notificações do ano de 2017; e ofícios solicitando diligências em 2017 e 2018.

 

 

Veja também

O juízo da Vara de Falências, Recuperações, Insolvências e Cartas Precatórias Cíveis de Campo Grande...

Últimas notícias