Política / Transparência

Bolsonaro nomeia presidente do TRT-MS como ministro do Tribunal Superior do Trabalho

Decisão consta em decreto publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira

Renan Nucci Publicado em 20/07/2021, às 07h11

Amaury Rodrigues Pinto Junior foi nomeado ministro de Bolsonaro nesta terça
Amaury Rodrigues Pinto Junior foi nomeado ministro de Bolsonaro nesta terça - (Foto: Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o desembargador Amaury Rodrigues Pinto Junior, presidente do TRT-MS (Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul), como ministro do TST (Tribunal Superior do Trabalho). A nomeação foi assinada na segunda-feira (19) e publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (20).

Amaury foi escolhido para o cargo pelo Senado Federal no último dia 7 de julho. Na ocasião, 53 dos 55 senadores que participavam da sessão deliberativa votaram sim para aprová-lo. Dias antes, ele também havia passado pelo crivo da CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) do Senado. O desembargador assume vaga decorrente da aposentadoria do ministro Marcio Eurico V. Amaro.

Quando esteve em MS, Bolsonaro afirmou que a indicação do então desembargador teve crivo da ministra Tereza Cristina. O presidente disse aos produtores rurais do assentamento Santa Mônica, em Terenos, que conheceu Amaury por telefone e indicações. “A Tereza Cristina me ajudou a me apresentar ele a mim. Amaury, quero que você me faça mudar o que tenho falado há anos como deputado federal: não é fácil ser patrão no Brasil”.

OBolsonaro disse ainda querer igualdade nas decisões que servem de jurisprudência nos tribunais estaduais e que sejam justas. “Não pendendo muito para um lado ou para o outro, só assim podemos pensar em desenvolvimento”.

Perfil

Natural de Curitiba (PR), Amaury Rodrigues Pinto Junior é bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba e, em 1989, ingressou na magistratura como juiz do trabalho substituto do TRT da 10ª Região. Presidiu as Juntas de Conciliação e Julgamento (atualmente Varas do Trabalho) de Mundo Novo e Campo Grande e dirigiu o Foro de Campo Grande. Em 2001, foi promovido, por merecimento, a desembargador do TRT da 24ª Região, e presidiu a corte no biênio 2006/2008, sendo o atual presidente no biênio 2021/2022.

Jornal Midiamax