Política / Transparência

R$ 510 milhões: salário de servidores levou mais de metade da arrecadação de Dourados

A Prefeitura de Dourados, maior município do interior de Mato Grosso do Sul, gastou mais de 50% de tudo que arrecadou em 2019 só para cobrir os gastos com salários, aposentadorias e indenizações dos servidores públicos concursados, funcionários nomeados e contratados temporariamente. Os dados foram publicados no Diário Oficial do Município na última quinta-feira (30) […]

Marcos Morandi Publicado em 05/02/2020, às 09h00 - Atualizado às 14h21

(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil) - (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Prefeitura de Dourados, maior município do interior de Mato Grosso do Sul, gastou mais de 50% de tudo que arrecadou em 2019 só para cobrir os gastos com salários, aposentadorias e indenizações dos servidores públicos concursados, funcionários nomeados e contratados temporariamente. Os dados foram publicados no Diário Oficial do Município na última quinta-feira (30) e revelam que o custo com pessoal ficou em R$ 510.024.000,70 para os contribuintes douradenses.

No mesmo período, ainda segundo os dados oficiais da Prefeitura de Dourados, a arrecadação ficou em R$ 910.311.610,51.

Segundo o secretário de Fazenda, Carlos Francisco Dobes, a meta da Prefeitura é manter o equilíbrio financeiro e que isso vem sendo feito. Entretanto, ele reconhece que os gastos com a folha de pagamento requerem atenção especial.

“Tivemos que pagar três folhas com um intervalo de menos de 20 dias, considerando que foram depositados no final do ano passado todos os valores correspondentes ao mês de novembro e também ao 13º salário”, disse Dobes.

Dobes voltou a ressaltar que o município vem passando uma reestruturação que já está produzindo  reflexos positivos na gestão. “Com o apoio da prefeita Délia estamos conseguindo captar e administrar recursos que ajudam o município a recuperar o fôlego”, explica o secretário.

Jornal Midiamax