Política / Transparência

Prestadora de serviço de limpeza vai receber do governo R$ 35,2 milhões por dois contratos

A empresa Guatós Prestadora de Serviços vai receber mais de R$ 35,2 milhões para serviços de limpeza em dois órgãos do Governo de Mato Grosso do Sul. Os extratos de ratificação e homologação foram publicados no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (15) pela SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização). O primeiro contrato publicado é com […]

Renata Volpe Publicado em 15/06/2020, às 09h48 - Atualizado às 14h44

Sejusp, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Divulgação)
Sejusp, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Divulgação) - Sejusp, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Divulgação)

A empresa Guatós Prestadora de Serviços vai receber mais de R$ 35,2 milhões para serviços de limpeza em dois órgãos do Governo de Mato Grosso do Sul. Os extratos de ratificação e homologação foram publicados no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (15) pela SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização).

O primeiro contrato publicado é com a Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão, TV Educativa. A empresa vai prestar serviços de limpeza, asseio e conservação predial, copa, cozinha, jardinagem, manutenção, recepção, dedetização, desratização, descupinização e desalojamento de pombos, com fornecimento de materiais.

Conforme a publicação, o valor atualizado do contrato é de R$ 17.088.184,92 (Dezessete milhões, oitenta e oito mil, cento e oitenta e quatro reais e noventa e dois centavos).

O segundo contrato é com a Sejusp (Secretaria de Estado de Segurança Pública). A Guatós também vai prestar de serviços de limpeza, asseio e conservação predial, copa, cozinha, jardinagem, manutenção, recepção, dedetização, desratização, descupinização e desalojamento de pombos, com fornecimento de materiais.

Contudo, o valor atualizado é de R$ 18.193.326,96 (Dezoito milhões, cento e noventa e três mil, trezentos e vinte e seis reais e noventa e seis centavos).

Os dois extratos de homologação têm data de 29 de maio e são assinados pelo então titular da SAD, Roberto Hashioka.

Jornal Midiamax