Política / Transparência

Prefeitura cria Comissão de Transparência para avaliar medidas adotadas na pandemia em Campo Grande

A Prefeitura de Campo Grande criou Comissão de Transparência e Controle Social para acompanhar contratos e medidas adotadas durante a situação de calamidade pública, decretada pela pandemia de Covid-19. O decreto está no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (4). Estão previstos 14 membros, entre eles, servidores da Controladoria-Geral de Fiscalização e T...

Mayara Bueno Publicado em 04/11/2020, às 10h01

Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).
Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax). - Brasão de Campo Grande na fachada da Prefeitura. (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax).

A Prefeitura de Campo Grande criou Comissão de Transparência e Controle Social para acompanhar contratos e medidas adotadas durante a situação de calamidade pública, decretada pela pandemia de Covid-19. O decreto está no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (4).

Estão previstos 14 membros, entre eles, servidores da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência, Agetec (Agência de Tecnologia da Informação), Seges (Secretaria de Gestão Pública), Sesau (Secretaria de Saúde), OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) e AICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande).

Segundo o texto, o secretário da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência será o presidente do colegiado. O vice-presidente será um dos representantes da Agetec.

Por meio de reuniões, deverão ser apresentadas publicações no site Transparência Covid, referente aos contratos feitos durante a pandemia e destinados ao combate da doença. O decreto vai valer enquanto durar o estado de calamidade.

Jornal Midiamax