Política / Transparência

Prefeitura contrata leitos clínicos e de UTI destinados a pacientes com coronavírus

Contrato divulgado nesta sexta-feira (7) prevê leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com sintomas de coronavírus e os já confirmados com a doença, com a Instituição Adventista Centro-Oeste de Promoção à Saúde, o Hospital Adventista do Pênfigo. Segundo o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o custo fechado foi R$ […]

Mayara Bueno Publicado em 07/08/2020, às 11h29 - Atualizado às 11h32

(Leonardo de França, Midiamax)
(Leonardo de França, Midiamax) - (Leonardo de França, Midiamax)

Contrato divulgado nesta sexta-feira (7) prevê leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com sintomas de coronavírus e os já confirmados com a doença, com a Instituição Adventista Centro-Oeste de Promoção à Saúde, o Hospital Adventista do Pênfigo.

Segundo o Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o custo fechado foi R$ 650,00 para internações em leitos comuns e R$ 2.750,00, caso o paciente precise de UTI. O contrato é assinado pelo secretário da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e o responsável pela instituição de saúde.

Desde que os casos de coronavírus começaram a aumentar exponencialmente, a Prefeitura de Campo Grande anuncia a contratação de leitos em hospitais particulares, na medida que a procura por locais disponibilizados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) cresce a cada dia.

Na quinta-feira (6), por exemplo, foi anunciada a ativação de mais 10 leitos no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).

Apesar de publicar hoje, o extrato com Hospital do Pênfigo é datado de 20 de julho de 2020.

Jornal Midiamax