Política / Transparência

Ministério da Saúde firma convênio para ceder servidores à Três Lagoas

O Ministério da Saúde firmou convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas para alocar ou ceder servidores do Quadro de Pessoal do ministério e seus órgãos para desempenharem atividades no âmbito da secretaria mencionada. O extrato do convênio foi publicado no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (18). A publicação é […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 18/12/2020, às 07h54

Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios | Foto: Agência Brasil | Reprodução
Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios | Foto: Agência Brasil | Reprodução - Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios | Foto: Agência Brasil | Reprodução

O Ministério da Saúde firmou convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas para alocar ou ceder servidores do Quadro de Pessoal do ministério e seus órgãos para desempenharem atividades no âmbito da secretaria mencionada. O extrato do convênio foi publicado no DOU (Diário Oficial da União) desta sexta-feira (18).

A publicação é assinada pela Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas da Subsecretaria de Assuntos Administrativos do referido ministério e tem como data de assinatura o último dia 17.

No último dia 9, portaria do Ministério da Saúde instituiu, em caráter excepcional e temporário, incentivos financeiros federais de custeio para execução das ações de imunização e vigilância em saúde, para enfrentamento à Espin (Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional decorrente da pandemia de covid-19.

Ao todo, MS receberá R$ 2,74 milhões para imunização e vigilância da Covid-19, conforme traz a edição do DOU (Diário Oficial da União) desta quarta-feira (9), que serão transferidos pelo FNS (Fundo Nacional de Saúde) para realização de reformas, organização das unidades, aquisição de suprimentos, insumos e produtos aplicados à rotina de funcionamento das mesmas.

Conforme a publicação, Três Lagoas receberá R$ 400 mil para custear as Unidades Sentinela de Vigilância de Síndrome Gripal. O cálculo dos valores a serem repassados atende critério populacional.

Jornal Midiamax