Política / Transparência

Removido, promotor Marcos Alex deixa 38 procedimentos em força-tarefa do Patrimônio Público em MS

Recém-nomeado para responder pela 30ª Promotoria de Patrimônio Público e Social de Campo Grande, após remoção por permuta com Marcos Alex Vera de Oliveira, o promotor de Justiça Fabio Ianni Goldfinger foi incluído em força-tarefa criada em abril deste ano para atuar em procedimentos que tramitam na 29ª Promotoria, também de Patrimônio Público. A decisão […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 05/10/2020, às 08h53 - Atualizado às 14h11

Sede da Procuradoria Geral de Justiça do MPMS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande | Foto: Leonardo de França | Midiamax
Sede da Procuradoria Geral de Justiça do MPMS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande | Foto: Leonardo de França | Midiamax - Sede da Procuradoria Geral de Justiça do MPMS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande | Foto: Leonardo de França | Midiamax

Recém-nomeado para responder pela 30ª Promotoria de Patrimônio Público e Social de Campo Grande, após remoção por permuta com Marcos Alex Vera de Oliveira, o promotor de Justiça Fabio Ianni Goldfinger foi incluído em força-tarefa criada em abril deste ano para atuar em procedimentos que tramitam na 29ª Promotoria, também de Patrimônio Público. A decisão foi publicada no Diário Oficial do MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) desta segunda-feira (5).

Consequentemente, o ex-titular da 30ª, Marcos Alex Vera de Oliveira, que agora responde pela 69ª Promotoria, foi removido da força-tarefa, na mesma portaria que designou Goldfinger.

A força-tarefa, no caso, refere-se a atuação e apoio em 38 procedimentos abertos entre 2015 e 2017, comandados pelo titular da 29ª, promotor Adriano Lobo Viana de Resende. Na ocasião, o então procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, designou Marcos Alex Vera de Oliveira e Humberto Lapa Ferri para atuarem, sem prejuízo das funções, para coadjuvarem nos autos.

Remoção por permuta

A nomeação de Goldfinger para a 30ª Promotoria de Patrimônio Público e Social de Campo Grande foi oficializada na última sexta-feira (2), conforme publicado no DOMP (Diário Oficial do MPMS) daquela data. A remoção “por permuta” foi pautada no último dia 23 de setembro, com aprovação por unanimidade na reunião ordinária do Conselho Superior do MPMS, realizada na tarde da quarta-feira (30 de setembro).

Desta forma, com base na permuta, Marcos Alex Vera de Oliveira passou a ser o titular da 69ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, onde atuará em casos de violência contra crianças, enquanto o promotor Fábio Ianni Goldfinger passará a responder pela 30ª. Na mesma edição do DOMP, o procurador-geral de Justiça, Alexandre Magno Benites de Lacerda, revogou a portaria nº 2416/2020, que agregava Goldfinger ao gabinete – até então, o promotor estava afastado das atividades na 69ª para atuar como assessor de Lacerda.

Desde o dia 23 de setembro, o MPMS não respondeu as solicitações da reportagem acerca da justificativa da remoção.

Jornal Midiamax