Política / Transparência

CPI da Energisa analisa nesta 4ª orçamentos para perícia em medidores de relógios

A CPI da Energisa, em andamento na ALEMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), se reúne nesta quarta-feira (19) para iniciar a apresentação dos orçamentos para contratação dos técnicos credenciados que auxiliarão na perícia dos medidores dos relógios de energia. Os profissionais, que deverão ser técnicos em eletrotécnica credenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de...

Danúbia Burema Publicado em 18/02/2020, às 18h49 - Atualizado às 18h50

(Wagner Guimarães/ALMS)
(Wagner Guimarães/ALMS) - (Wagner Guimarães/ALMS)

A CPI da Energisa, em andamento na ALEMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), se reúne nesta quarta-feira (19) para iniciar a apresentação dos orçamentos para contratação dos técnicos credenciados que auxiliarão na perícia dos medidores dos relógios de energia.

Os profissionais, que deverão ser técnicos em eletrotécnica credenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), irão ajudar na identificação de possíveis erros na medição feita pela concessionária de energia elétrica.

Pelo cronograma de trabalho da CPI, a sessão ordinária desta quarta-feira (19) terá início às 14h e será aberta ao público, na ALEMS. Na última semana, os deputados e advogados da Energia realizaram em sigilo a oitiva da primeira testemunha do caso, um tecnólogo em eletrotécnica industrial que emitiu parecer para abertura dos trabalhos.

Integram a comissão que apura denúncias de irregularidades na cobrança os deputados estaduais Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Evander Vendramini (PP), Capitão Contar (PSL) e Renato Câmara (MDB).

Jornal Midiamax