Política / Transparência

Prestação de contas da saúde e habitação são julgadas irregulares e ex-prefeito leva multa

Dois fundos municipais de Aparecida do Taboado tiveram as contas julgadas irregulares pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e o ex-prefeito André Alves Ferreira (PDT) foi multado pelas falhas, conforme decisões publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (26). Na prestação de contas do Fundo Municipal de Saúde referente ao […]

Danúbia Burema Publicado em 26/07/2019, às 17h33 - Atualizado às 17h33

Moradias sociais. (Reprodução, Arquivo).
Moradias sociais. (Reprodução, Arquivo). - Moradias sociais. (Reprodução, Arquivo).

Dois fundos municipais de Aparecida do Taboado tiveram as contas julgadas irregulares pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e o ex-prefeito André Alves Ferreira (PDT) foi multado pelas falhas, conforme decisões publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (26).

Na prestação de contas do Fundo Municipal de Saúde referente ao exercício 2012, foram apontadas pelo TCE-MS falhas como déficit orçamentário, ausência de sistema de controle interno, execução de despesas não autorizadas e divergência de valores.

Já no Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social do município referentes àquele mesmo ano, foram apontadas infrações de natureza legal, fiscal, contábil e financeira. O ex-prefeito foi multado em 50 Uferms (Unidades Fiscais de Referência de Mato Grosso do Sul) em ambos os casos e terá prazo de 60 dias para recolhimento dos valores.

Jornal Midiamax