Política / Transparência

Prefeitura de Campo Grande suplementa R$ 8,5 milhões em recursos

A Prefeitura de Campo Grande remanejou R$ 8,5 milhões em dois decretos de suplementação, publicados no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta terça-feira (dia 30). Um deles, de R$ 5 milhões, antes na conta da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), é destinado […]

Mayara Bueno Publicado em 30/07/2019, às 09h09 - Atualizado às 09h27

Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo)
Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo) - Entrada da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Midiamax, Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande remanejou R$ 8,5 milhões em dois decretos de suplementação, publicados no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta terça-feira (dia 30).

Um deles, de R$ 5 milhões, antes na conta da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), é destinado ao FMS (Fundo Municipal de Saúde) e FMAS (Fundo Municipal de Assistência Social).

Também para Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação), Segov (Secretaria de Governo), Sisep (Secretaria de Serviços e Obras Públicas) e Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo).

Outros R$ 3,4 milhões vão para variadas pastas, como Sedesc (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), CGM (Controladoria-Geral do Município), Agereg (Agência Municipal de Regulação de Serviços), entre outras já elencadas no primeiro decreto.

A suplementação, termo usado pela administração pública, ocorre quando um recurso é retirado de uma determinada área para aplicação em outra, ainda dentro do Poder Público municipal.

Jornal Midiamax