Política / Transparência

Marquinhos corta 59 cargos efetivos e aumenta 44 vagas na saúde

A Prefeitura de Campo Grande publicou, no Diogrande desta quarta-feira (29), um decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) em que transforma 245 cargos efetivos do quadro de servidores do município em 186 outros cargos. O que resulta na perda de 59 postos de trabalho em órgãos públicos da Capital. A maioria dos cortes acontecem […]

Richelieu Pereira Publicado em 29/05/2019, às 12h31 - Atualizado às 18h14

Prefeitura de Campo Grande. (Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo).
Prefeitura de Campo Grande. (Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo). - Prefeitura de Campo Grande. (Marcos Ermínio, Midiamax, Arquivo).

A Prefeitura de Campo Grande publicou, no Diogrande desta quarta-feira (29), um decreto assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) em que transforma 245 cargos efetivos do quadro de servidores do município em 186 outros cargos. O que resulta na perda de 59 postos de trabalho em órgãos públicos da Capital.

A maioria dos cortes acontecem na área de educação, como por exemplo a extinção de 60 vagas de recreadores, uma vaga de agente de atividades educacionais, uma de educador infantil e 6 de inspetor de alunos. Alguns tiveram queda na quantidade, como especialista de educação, que passou de 42 para 15.

Outros setores também tiveram mudanças. De 57 vagas de fiscal de obras, posturas e cadastros, foram reduzidas para 53. Embora tenha sido criado um posto de agente fiscal de obras, posturas e cadastros.

A saúde foi a área com maior movimentação, sendo que alguns cargos tiveram cortes, enquanto outros houve aumento, no entanto, o saldo ficou positivo em 44 novas vagas neste setor.

Postos de agente de saúde pública passou de 194 para 122; assistente de serviços de saúde de 49 para 100; enfermeiro de 39 para 100; e técnico de enfermagem de 52 para 100.

A mudança completa de extinção e transformação de vagas pode ser conferida na tabela abaixo, extraída da página 3 do Diário Oficial de Campo Grande desta quarta-feira.

Marquinhos corta 59 cargos efetivos e aumenta 44 vagas na saúde
Decreto transforma cargos efetivos do quadro permanente de pessoal da Prefeitura de Campo Grande. (Foto: Reprodução/Diogrande)
Jornal Midiamax