Investigação sobre obra de Puccinelli foi arquivada no MPE-MS

O Conselho Superior do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) determinou o arquivamento de um inquérito que investigava possível enriquecimento ilícito na construção da rodovia MS-180, inaugurada durante a gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB).

As investigações foram enviadas ao MPF (Ministério Público Federal). Segundo a decisão do Conselho, as investigações no âmbito federal já estariam em estágio “mais avançado”, portanto não faria sentido existirem as apurações simultâneas.

Os conselheiros ainda alegou que a investigação sobre a construção da MS-180, que utilizou recursos públicos provenientes do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), seria de interesse da União por causa do uso de verba federal.

O inquérito já havia sido encaminhado para arquivamento há cerca de um mês, mas o Conselho não deliberou pelo fim das investigações por causa de um pedido de vistas do corregedor Marcos Antonio Martins Sottoriva.Inquérito sobre enriquecimento ilícito na MS-180 é enviado ao MPF

Investigações

A denúncia que deu origem às investigações partiu do ex-governador e deputado federal Zeca do PT. A obra da MS-180, inaugurada na gestão Puccinelli, custou cerca de R$ 100 milhões para o asfaltamento de 94 quilômetros da rodovia.

Passado pouco mais de um ano após a entrega do trecho, vários pontos da MS-180 desmoronaram por causa da chuva, em maio de 2016. Desde então, o governo tem contratado empresas para restaurarem pontos específicos da rodovia.