Governo dispensou licitação para contratação

A Fapems (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul) receberá R$ 3.120.000 para realizar o concurso da Polícia Civil, com previsão de 210 vagas para investigador de Polícia Judiciária, escrivão e delegado. A dispensa e licitação para contratação da Fundação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (15).Fapems receberá R$ 3,1 milhões pelo concurso da Polícia Civil em MS

A empresa fará a organização, planejamento e execução das fases do Concurso Público de Provas e Títulos SAD/SEJUSP/DP/APJ/2016, para provimento dos cargos de Delegado de Polícia e de Agente de Polícia Judiciária, nas funções de Escrivão de Polícia Judiciária e Investigador de Polícia Judiciária, do Quadro de Pessoal da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Assina pela dispensa de licitação o secretário de Administração Carlos Alberto Assis, como ordenador de despesa.

Vagas

O concurso foi anunciado em abril. Entre as 210 vagas, 100 são para investigador de Polícia Judiciária, 80 para escrivão e 30 vagas para delegado.

Para as carreiras de investigador e escrivão, são exigidos nível superior em qualquer área de formação. Ainda para os investigadores, é obrigatório ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação), categoria “B”, “C” ou “D”. Ambas as funções pagam remuneração de R$ 3.668,17.

Para ser delegado, é preciso ter bacharelado em Direito. A remuneração inicial para a função é de R$ 14.229,49.