Política / Transparência

Dívida milionária: Estado ficou 7 meses sem repassar contribuição à Ageprev

Saldo devedor ultrapassou R$ 33 milhões e será pago com juros

Ludyney Moura Publicado em 28/06/2017, às 13h44

None

Saldo devedor ultrapassou R$ 33 milhões e será pago com juros

O governo do Estado publicou no Diário Oficial desta quarta-feira (28) um extrato de confissão de débitos previdenciários, no valor de R$ 33,2 milhões, que serão pagos com juros e multas.

De acordo com a publicação a dívida é resultando de repasses que não foram feitos pelo governo à Ageprev-MS (Agência de Previdência Social de Mato Grosso do Sul) de novembro de 2016 a maio deste ano.Dívida milionária: Estado ficou 7 meses sem repassar contribuição à Ageprev

A assessoria do governo explicou que os valores são correspondentes à contribuição patronal e devidos e não repassados ao RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) dos servidores públicos que ingressaram no quadro de funcionários do Estado a partir de junho de 2012.

O governo alega que o atraso da contribuição não causou prejuízo, além do que a cota do servidor não está atrasada e não terá nenhuma implicação, e comprometeu-se a pagar todas as parcelas em atraso com acréscimo de 2% de multa acrescidos de juros de 1% ao mês.

No plano previdenciário e questão, dos servidores que ingressaram a partir de junho de 2012, a gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB) alega ainda que aporta mensalmente R$ 41 milhões para cobrir o déficit da previdência. 

Jornal Midiamax