Política / Transparência

MPE-MS investiga desvio de função de filho de prefeito contratado por hospital

Pedro Romano protagonizou briga na Câmara no último mês

Joaquim Padilha Publicado em 13/09/2016, às 13h52

None
fachadahospitalmunicipalderionegro.jpg

Pedro Romano protagonizou briga na Câmara no último mês

O MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) publicou nesta terça-feira (13) a instauração de um inquérito civil para apurar desvio de função na contratação de Pedro Gonçalves Romano, filho do prefeito de Rio Negro, Gilson Romano (PMDB), segundo uma publicação no Diário Oficial do órgão.

Segundo a publicação, a Associação Beneficente que administra o Hospital Municipal de Rio Negro, está sendo investigado por suposto “desvio de finalidade”, na contratação do filho do prefeito.

Pedro Romano protagonizou no último mês uma briga com um ex-secretário municipal na Câmara dos Vereadores de Rio Negro. Na ocasião, o médico estaria de plantão no hospital municipal, mas foi à sede do poder legislativo a fim de discutir em defesa de seu pai.

O inquérito foi aberto pelo Promotor de Justiça Eduardo de Araújo Portes Guedes. O procedimento está aberto para consulta apenas na sede da Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negro.

(Sob supervisão de Evelin Araujo) 

Jornal Midiamax