Política / Transparência

Humberto Brittes é nomeado Adjunto Jurídico por Paulo Passos no MPMS

Outros procuradores foram agregados ao gabinete

Evelin Cáceres Publicado em 09/05/2016, às 14h52

None
mpms.jpg

Outros procuradores foram agregados ao gabinete

O Procurador-Geral de Justiça Paulo Passos agregou ao seu gabinete o ex-Procurador-Geral  Humberto de Matos Brittes, que também acumulará função de Procurador-Geral Adjunto de Justiça Jurídico, segundo publicação do Diário Oficial do órgão desta segunda-feira (9).

Disponibilizado geralmente às 17h do dia anterior a publicação, o Diário do órgão só foi divulgado nesta segunda, com as mudanças promovidas por Passos, empossado na sexta-feira (6). 

Brittes também será responsável por oficiar nos mandados de segurança de competência originária do Órgão Especial do Tribunal de Justiça e autorizar despesas, movimentar contas e transferências financeiras, como ordenador de despesas no Ministério Público.

Além de Brittes, outros procuradores foram agregados para desempenhar funções de assessoramento e controle financeiro.

A procuradora de Justiça Nilza Gomes da Silva exercerá o cargo de Procuradora-Geral Adjunta de Justiça Administrativa, com atribuição de conceder férias, licenças, benefícios ou vantagens previstos em lei, e, ainda, decidir questões relativas ao registro e controle de frequência aos servidores do Quadro dos Servidores do Ministério Público, com autorização também para movimentar as contas do órgão.

A procuradora de Justiça Ariadne de Fátima Cantú da Silva foi agregada ao gabinete de Paulo Passos e deverá supervisionar as atividades da Assessoria de Comunicação do Ministério Público.

No Comitê de Controle Interno de Tecnologia da Informação foram designados os promotores de Justiça Antonio André David Medeiros e Paulo Roberto Gonçalves Ishikawa. O 34º Promotor de Justiça de Campo Grande, Alexandre Lima Raslan, para coordenar o Projeto de Identidade Visual do Ministério.

O 18º Promotor de Justiça de Campo Grande, Fabio Ianni Goldfinger, substituirá a 64ª Promotora de Justiça de Campo Grande, Cristiane Amaral Cavalcante no assessoramento do Núcleo Criminal vinculado aos Centros de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça.

A 48ª Promotora de Justiça de Campo Grande, Ana Lara Camargo de Castro também foi agregada ao gabinete do Procurador-Geral de Justiça, com prejuízo das funções na promotoria onde atuava, para atividades de assessoramento.

O promotor da 63º Promotoria de Justiça da comarca de Campo Grande, Ricardo Benito Crepaldi, vai atuar na Vara da Infância e Juventude da Capital. A promotora Daniela Guiotti, da 57ª Promotora de Justiça de Campo Grande, vai coadjuvar na64ª Promotoria de Justiça da Capital.

O coordenador da assessoria de comunicação Hordones Rodrigues Echeverria foi exonerado e substituído por Waleria Silva Leite.

Além das trocas, o Procurador-Geral de Justiça revogou 46 portarias a partir desta segunda-feira (9), entre elas a 46/2004-PGJ, de 4.8.2004, que designou servidores para elaborarem e acompanharem o orçamento anual do Ministério Público. 

Jornal Midiamax