Política / Transparência

Usina de Jupiá segue ‘sem paternidade’

MS e SP estão na disputa

Jessica Benitez Publicado em 10/10/2015, às 21h50

None
diogrande_1.jpg

MS e SP estão na disputa

O impasse em relação ao domicílio fiscal das turbinas da Usina Hidrelétrica Engenheiro Souza Dias, conhecida como Jupiá, que fica no Rio Paraná, continua. Com proximidade do fim da concessão, Mato Grosso do Sul e São Paulo ainda ‘brigam pela paternidade’.

No edital de concessão, publicado nesta quarta-feira (7), Jupiá aparece no documento publicado pelo Ministério de Minas e Energia, assim como a usina de Ilha Solteira, localizada na divisa entre Selvíria e Ilha Solteira. No mês passado o deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para ressaltar o pedido de providências à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O parlamentar afirmou que a senadora Simone Tebet (PMDB) chegou a conversar com a presidência da Agência, mas sem posicionamento do assunto. A concessão termina este mês e nova empresa será contratada para realizar a gestão da usina. Atualmente, a Cesp (Companhia Energética de São Paulo) administra a sede das usinas.

Jornal Midiamax