Política / Transparência

Governo oficializa paralisação da obra de hospital no interior de MS

Termo de paralisação, assinado em abril, foi publicado nesta terça

Midiamax Publicado em 14/07/2015, às 12h55

None
hr_dourados.jpg

Termo de paralisação, assinado em abril, foi publicado nesta terça

O governo de Mato Grosso do Sul parou oficialmente as obras do Hospital Regional de Dourados, município a 235 quilômetros de Campo Grande. O termo de paralisação foi publicado nesta terça-feira (14) no Diário Oficial do Estado.

Segundo a publicação, assinada em 10 de abril pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e Stenge Engenharia, foi decidido “paralisar a construção do prédio do Hospital Regional de Dourados – 1ª etapa”. O texto não traz os motivos da decisão e, procurado, o governo ainda não se manifestou a respeito.

No começo do ano, o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse que a obra seria paralisada para priorizar soluções mais rápidas ao atendimento à população e, recentemente, garantiu que o projeto será finalizado – a previsão é retomá-lo em 2016. A alternativa imediata do Estado foi alugar parte do Hospital São Luiz, onde, segundo o tucano, a ideia é submeter a administração a uma OSS (Organização Social de Saúde).

O Hospital Regional de Dourados é promessa do governo antecessor, de André Puccinelli (PMDB). O custo só para erguer o prédio, em área doada por um empresário na BR-463, saída para Ponta Porã, é de R$ 19,9 milhões.

Jornal Midiamax