Política / Pimenta

Processo de fritura eleitoral de olho nas eleições de 2022 já tem data marcada para começar em MS

Estratégia de fritura eleitoral teria vazado e irritado empreiteiros que temem os riscos do processo

Da Redação Publicado em 09/09/2021, às 11h25

Empreiteiros não teriam gostado da tática porque oferece altos riscos para o setor
Empreiteiros não teriam gostado da tática porque oferece altos riscos para o setor - (Ilustração sobre reprodução, Web)

Processo de fritura eleitoral programado para as eleições de 2022 em Mato Grosso do Sul teria até data marcada para começar, mas acabou vazando e irritou empreiteiros preocupados com os riscos envolvidos. Segundo interlocutores que não seguraram a boca propositalmente, estratégia é perigosa porque confia excessivamente no clima de que está tudo dominado.

Assim, a exposição planejada de esquemas para atingir alvo político teria desagradado empresários e pode virar um tiro pela culatra.

Reunião em Campo Grande durante o feriadão serviu para acertar detalhes e combinar o jogo.

Processo de fritura eleitoral pode repetir velhas táticas

De acordo com quem conheceu a estratégia, processo de fritura eleitoral apresentada contaria com as velhas táticas para expor alvos regionalmente deixando sempre brechas que permitiriam 'resolver a situação' quando alcançado o consenso. Desta forma, estratégia seria 'criar dificuldades para vender facilidades'.

No entanto, como nem todos os 'jogadores' dependem de mandato, alguns acharam desequilibrada a distribuição de tarefas.

"Estão pedindo logo para quem não merece confiança amarrar o sino no pescoço do gato. Eu não jogo com esse pessoal porque os interesses são diferentes", teria resumido um dos empreiteiros quando soube da estratégia.

Desconforto tem a ver com o fato de que processo de fritura eleitoral envolveria mobilização em órgãos acostumados a agir somente quando interesses envolvidos compensam. Assim, mentores teriam tentado, sem sucesso, tratar a todos como pretensos 'mocinhos'.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax