[ BASTIDORES ] CPI?

| 22/06/2022
- 06:00
[ BASTIDORES ] CPI?

CPI?

Vira e mexe, cobrança por CPI na Casa de Leis é levantada. Depois da deflagração da greve dos motoristas, os vereadores Tiago Vargas (PSD) e Marcos Tabosa (PDT) falaram novamente no assunto. Outros, apesar de não manifestar apoio à CPI criticaram o Consórcio Guaicurus.

Abstenção

Após a vitória de Gustavo Petro nas eleições presidenciais na Colômbia, políticos bolsonaristas se preocupam com um ponto: abstenção. Estariam os apoiadores do atual presidente preocupados com a falta de (vontade) eleitores?

Oficialmente, pré-candidato

Depois das listas de transmissão no WhatsApp, Zeca do PT participou de uma entrevista com a pré-candidata ao Governo, Giselle Marques, onde foi denominado pela representante a disputa majoritária como pré-candidato a deputado estadual.

Novo slogan

Senadora por MS, Simone Tebet (MDB) mudou os templates das redes sociais, onde anexou um novo slogan associado a uma foto discreta. Com a frase “uma nova esperança para o Brasil”, a pré-candidata à Presidência da República compartilhou inúmeras entrevistas com nova arte em suas redes sociais.

Suspeita

Presidente da Câmara, vereador Carlão citou que o primeiro-secretário, vereador Delei Pinheiro (PSD), está de cama com suspeita de Covid-19. Também comentou que, durante a sessão de ontem, o vereador Airton Araújo (PT) precisou se retirar, pois estava passando mal.

Corregedoria movimentada

Pedro Kemp (PT) foi notificado pela Corregedoria da Alems, após pedido de representação ter sido protocolado por João Henrique Catan (PL), numa tática de contra-ataque.

Salva de tiros

Isso porque Catan foi notificado na Corregedoria em pedido de representação protocolado por Kemp, (PT) e (PSB), por tiros disparados em estande, durante sessão parlamentar.

Tática bolsonarista

Ao comentar sobre o assunto, Kemp disse que isso é uma tática bolsonarista “de querer desviar o foco”. Ele tem 48 horas para manifestação.

Bateu saudade?

O ex-deputado Eduardo Rocha (MDB), atual secretário de Governo, apareceu de novo, mais uma vez, na sessão parlamentar, mas desta vez, de forma remota. Ele pegou o celular de Neno Razuk (PL) durante agenda do governo, mas a aparição dele não passou batida pelos colegas.

Vontade de voltar

Estou com vontade de voltar, disse Rocha. Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Casa de Leis, respondeu que estava “dando saudades” do colega.

Não sabe se fica lá

Suplente de Rocha, Paulo Duarte (PSB), que assumiu o mandato em dezembro do ano passado, comentou a situação. “Não sabe se fica lá ou aqui”.

Veja também

Som da terrinha O jingle da senadora de MS e candidata à Presidência da República,...

Últimas notícias