O ex-governador de Mato Grosso do Sul e deputado estadual, Zeca do PT, desistiu de protocolar uma moção de repúdio, mas criticou a diretoria da Acrissul (Associação dos Criadores de MS) e Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) por não comparecerem ao evento da JBS que contou com a presença do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Campo Grande na última sexta-feira (12).

Durante a sessão da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), desta quarta-feira (17), Zeca disse que a diretoria da Acrissul e Famasul têm insignificância odiosa por faltarem ao evento. O presidente cumpriu agenda na Capital, na JBS onde ocorreu o primeiro embarque de carne para a China após frigoríficos serem habilitados para exportação.

“Seria exagero fazer uma moção repudiando a insignificância odiosa das duas diretorias. As duas diretorias manipulam milhões do Sistema S, dinheiro do Governo Federal. Aí eles sentam no rabinho quietinho, não falam absolutamente nada. Se tivesse o mínimo de moral, deveriam pelo menos reconhecer e passar para outros a direção do Sistema S. Com certeza dirigiriam com melhor qualidade”, disse o deputado.

Ainda durante o pronunciamento na Assembleia Legislativa, Zeca também disse que na próxima semana vai ao Distrito Federal para pedir mais transparência na utilização dos recursos do Sistema S.

“Semana que vem, estou indo para Brasília. Já pedi uma audiência com o presidente que dirige o Sistema S, para indagar qual a possibilidade de sugerir à bancada federal um projeto que dê a transparência à utilização dos recursos do Sistema S, que ninguém sabe onde foi aplicado”, adiantou.

Durante a visita do presidente, Zeca chegou a conversar com o Midiamax. O deputado comentou que a presença de Lula demonstra respeito ao setor do agronegócio no Estado.

“É uma demonstração de respeito ao setor que gera emprego e que também faz bem pelo Brasil. Marca uma importante conquista do governo do Lula essa ampliação da exportação da carne, digna de registro”, destacou o ex-governador.