Apresentado pelos vereadores do PT Ayrton Araújo e Luiza Ribeiro, o título de visitante ilustre ao presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva acabou sem quórum qualificado para aprovação nesta quinta-feira (11) na de .

Isso porque dos 29 vereadores, 22 estiveram presentes na sessão, mas abandonaram o plenário antes da votação. A moção só poderia ser aprovada com 20 votantes, o chamado quórum qualificado da Casa, que corresponde a 2/3 dos vereadores.

“Aconteceu outras vezes já. Os vereadores não querem se comprometer concedendo esse título, é natural”, comentou o presidente da Casa, vereador Carlão (PSB).

O vereador Sandro Benites (PP) também disse entender o esvaziamento da sessão. “Campo Grande é uma cidade de direita, normal que aconteça assim”.

Para (PP), os vereadores ficaram com medo de perder voto. “Alguns da direita são assim. N]ao têm medo de votar para soltar bandido que mandou matar uma vereadora do , mas tem de defender o presidente da República”, criticou.

Já receberam o título o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o candidato a , general Walter Souza Braga Netto, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e até mesmo o cantor Luan Santana.

Apesar do título não ser aprovado, será encaminhada uma comenda em nome da Mesa Diretora ao presidente Lula.